AGRADECIMENTOS
É-me particularmente grato recordar todos quantos, ao longo dos anos, quiseram de um modo ou de outro, homenagear Deolinda da Conceição.
Assim não posso deixar de, lembrado, agradecer:


- Ao então Governador de Macau, Major Garcia Leandro por ter, em 1979 apoiado as edições que se realizaram para a Quinzena de Macau em Portugal, tornando possível reeditar obras de Luís Gonzaga Gomes, Manuel da Silva Mendes, Deolinda da Conceição e Leonel Alves.

- Ao Dr. Pedro Tamen, então Administrador para as Belas-Artes da Fundação Calouste Gulbenkian, por ter por todas as formas facilitado com grande visão, a realização da Quinzena de Macau na Fundação Gulbenkian, permitindo assim a reedição das obras referidas.

- À Livraria Francisco Franco, por em 1979 ter gentilmente ofertado ao filho da autora, um exemplar da edição original de Cheong Sam (A Cabaia) permitindo a sua reprodução facsimilada.

- À Mestre Manuela Vale Coordenadora do I Encontro de Literatura de Macau, no âmbito da Escola do Magistério Primário, em 1984, onde foi abordada a obra de Deolinda da Conceição.

- Ao Instituto Cultural de Macau pela sessão de homenagem em 1987, aquando do 30o. Aniversário do falecimento de Deolinda da Conceição e, bem assim, pela publicaação da sua primeira Fotobiografia.

- Aos Senhores José dos Santos Ferreira e Patrício Guterres pelos testemunhos com que participaram nas referidas comemorações.

- À Biblioteca Central de Macau e ao seu Director, Dr. Jorge Arrimar, pela organização de Catálogo e Exposição  Fotobibliográfica em 1995.

- Ao Instituto Cultural de Macau e Editora Montanha das Flores, pela publicação em chinês de Cheong Sam (A Cabaia). Ao tradutor para chinês, Professor Doutor Yao Jing Ming pela tradução da obra.

- À Casa de Portugal em Lisboa e ao Dr. Vítor Serra pelos opúsculos que publicou sobre Deolinda da Conceição durante a sua Presidência na Casa de Portugal.

- À Gávea-Brown Providence, Rhode Island e Hong Kong University Press e ao Professor Doutor David Brookshaw pela tradução para inglês de um conjunto de contos de Cheong Sam (A Cabaia) publicados na obra Visions of China - Stories from Macau, em 2002.

- Ao Instituto Internacional de Macau e ao Dr. Jorge Rangel, que a ele preside, pela reedição de Cheong Sam (A Cabaia) comemorativa dos 50 Anos do falecimento de Deolinda da Conceição.

- Ao Instituto Português do Oriente e à sua Presidente, Doutora Helena Rodrigues, pelo empenho demonstrado na divulgação da obra de minha Mãe, no contexto do tema Mulher Entre Culturas que o IPOR leva a cabo por ocasião da Comemoração do Dia da Mulher, 2008.

- A toda a imprensa escrita e audio-visual que sobre Deolinda da Conceição se debruçou nas diversas manifestações.

- Aos Professores Doutores Ana Paula Laborinho, David Brookshaw, Inácia Morais, John Kelly, aos Mestres Gustavo Infante, Manuela Vale e Staci Chio Ieong e à Socióloga brasileira Mónica Souza Simas pelos trabalhos que desenvolveram sobre a obra de Deolinda da Conceição.